25 de dez de 2013

Gratidão gera gratidão ( Adipros- Lar do Idoso Betânia)


                                      Uma voluntária estava montando o presépio.
                                                Capela _ Missa diariamente
                                                   Música para alegrar a alma
                           Momento de confraternização ( Café com os idosos)

                       Minhas alunas queriam registrar o momento com a professora..
                                       O pinheiro do 2 andar já estava prontinho!!!

                   Sr. José o contador de histórias.


Dia de Ação de Graças fomos festejar no  Lar de Idoso Betânia.  Selecionamos alguns  números artísticos para s apresentar  para os idosos.  Os adolescentes chegaram encabulados e aos pouquinhos foram se soltando e  espalhando alegria. A irmã responsável sugeriu que antes das apresentações  poderíamos tomar o café da tarde com os idosos( eles têm horário e ,não gostam de sair da rotina)   O Lar de Idoso nos forneceu o cafe e   levamos as bolachas  salgadas.  Sentaram com os idosos e partilharam o café  embalados com muitas histórias, " causos" e muita VIDA.
     Fizeram as apresentações  teatrais , cantaram e encantaram.  Deixei eles livres para fazer um momento de carinho, atenção  e  um bate-papo com os idosos. Claro, que para minha alegria  alguns fizeram um rodinha e cantaram várias música  entre  tantas escolheram algumas  de Vinicíus de Moraes( realizaram um trabalho  sobre o Centenário de Vinicius de Moraes) escutar   Vinicius  na boca dos adolescentes foi uma sensação indescritível.
        Compartilho algumas s fotos dos momentos de gratidão gera gratidão.
Oração do idoso
Padre Eduardo Dougherty
Bem-aventurados aqueles que compreendem meus passos vacilantes e minhas mãos trêmulas.





  



Bem-aventurados os que levam em conta que meus ouvidos captam as palavras com dificuldade e por isso, procuram falar mais alto e pausadamente.




  



Bem-aventurados os que percebem que meus olhos já estão nublados e minhas reações são lentas.




  



Bem-aventurados os que nunca me dizem:



Você já me contou isso inúmeras vezes.!




  



Bem-aventurados os que desviam o olhar, simulando não ter visto o café que por vezes derramo.




  



Bem-aventurados os que sorriem e conversam comigo.




  



Bem-aventurados os que sabem



dirigir a conversa e as recordações para as coisas dos tempos passados.




  



Bem-aventurados todos aqueles que me dedicam afeto e carinho, fazendo-me assim pensar em Deus.



Quando entrar na eternidade, lembrar-me-ei deles, junto ao Senhor.




  



Bem-aventurados os que me ajudam a atravessar a rua e não lamentam o tempo perdido que me dedicam.




  



Bem-aventurados os que me fazem sentir que sou amado e não estou abandonado, tratando-me com respeito.




  



Bem-aventurados os que compreendem quanto me custa



encontrar forças para carregar a minha cruz.




  



Bem-aventurados os que amenizam os os meus últimos anos sobre a terra.




  



Amém
                                          Valorizar quem fez história.

                         O Ex- Técnico do JEC( Joinville Esporte Clube)
                                        Apresentação para os idosos.
                                            Silêncio para assistir

                                                   Momento de carinho


                       A turma quis visitar o quarto do Ex- técnico do JEC

              Levei alguns almanaques do Menino Caranguejo  para divulgar a leitura


8 comentários:

luís rodrigues coelho Coelho disse...

Desejo Boas festas para todos vós.
Gostei deste artigo porque penso ser muito importante ensinar aos mais novos o valor e o respeito que todos os nossos velhinhos merecem.

Todos precisamos de os tratar com carinho e ajudá-los a viver melhor.

Por cá reinam as politicas de que os velhos são um estorvo e que estão a mais. É necessário inverter estas politicas não apenas no Natal mas todos os dias do ano.

Anônimo disse...

Nome: Jeruza Serra da Silva
Lar Betânia: Idosos
Eu, Jeruza gostei muito de ir ao Lar dos Idosos com a professor Mariza, foi muito legal. Porque conversamos muito com eles. Eles comentaram sobre sua vida antigamente. Pretendo voltar para deixar eles mais felizes.

Anônimo disse...

Nome: Rafaela da Silveira
Lar Bethânia
Foi um sensação muito boa, mas ao mesmo tempo triste, ver aqueles idosos em um estado critica da vida, me fez pensar que temos que dar mais valor a vida é uma pena não poder ajudar quem precisa, jamais penso em colocar um membro de minha família em um lugar assim, é a vida nos surpreende ás vezes, pessoas querendo ser felizes e estando assim. Gostei muito da experiência de ir ao lar Bethânia, pessoas me fizeram pensar o grande valor da vida. Com grande carinho Rafaela. 8 ano C

Anônimo disse...

Nome: João Pedro de Lima
Lar Bethania
Quando eu cheguei lá pensei que não iria ser tão legal no começo não estava tão legal.Começamos a apresentar os teatros e os idosos começaram a dar aquele sorriso isso foi uma das partes mais legais.
Nós começamos a cantar algumas músicas para um idoso dai ele já abriu um sorriso enorme, eu gostei bastante quando começamos a conversar com os eles, um deles não parecia ser idoso, parecia uma criança muito divertida.
8 ano C

Anônimo disse...

Nome: João Pedro de Lima
Lar Bethania
Quando eu cheguei lá pensei que não iria ser tão legal no começo não estava tão legal.Começamos a apresentar os teatros e os idosos começaram a dar aquele sorriso isso foi uma das partes mais legais.
Nós começamos a cantar algumas músicas para um idoso dai ele já abriu um sorriso enorme, eu gostei bastante quando começamos a conversar com os eles, um deles não parecia ser idoso, parecia uma criança muito divertida.

Anônimo disse...

Nome: Willian Gabriel
Lar Bethânia
Eu gostei do passeio porque me aproximei dos idosos, conheci uma gaúcha muito legal, ela cantava muito bem e gostava de falar. Outro que eu gostei foi o seu João ele era Brincalhão e gostava de se divertir
8 ano C

Anônimo disse...

Nome: Jeaniffer C. Nunes
Um dia Especial!!
Em uma quinta feira ensolarada nós fomos no lar Bethânia foi um dia muito legal e especial. Nós conheçemos várias pessoas legais , nos conhecemos um idoso que era um ex-técnico do Jec, nós conhecemos um idoso que eles chamavam ele de garanhão, ele era muito legal e engraçado ele cantava a música das andorinhas e também conheçemos uma idosa que havia perdido seus dois filhos e para ela não ficar muito triste eles compraram dois bonecos um se chamava Júnior e outro José, la nos lanchamos com eles e conversamos muito, contamos e também fizemos teatro l.Foi um dia, muito legal e inesquecivel, espero ir lá mais vezes.
8 ano C

Me and the time / By: Leandro Ruiz disse...

"A cada dia de nossa vida, aprendemos com nossos erros ou nossas vitórias, o importante é saber que todos os dias vivemos algo novo. Que o novo ano que se inicia, possamos viver intensamente cada momento com muita paz e esperança, pois a vida é uma dádiva e cada instante é uma benção de Deus."

Um ano novo repleto de paz, alegrias e muitas bençãos, e de novo recomeços!
Feliz ano novo!
São os meus sinceros desejos

Leandro Ruiz

2013/2014