30 de mar de 2010

Ingratidão e Gratidão

Leia e tire suas conclusões






Gratidão

A amizade é um sentimento de grande afeição, de simpatia de alguém. Afeto que liga as pessoas uma às outras. O verdadeiro amigo é aquele que é capaz de demonstrar afeto, admiração, companherismo, tolerância , amizade pelo amigo em quaisquer circunstâncias, seja de dor , seja de alegria.

Obrigada !!!!!!Meus amigos e alunos que deixaram palavras de consolo.

Aos meus alunos que compraram o livro do cicloturista Valdo para ajudar no sepultamento. .Valeu”!!!

TRAGO DENTRO DO MEU CORAÇÃO

Trago dentro do meu coração,

Como num cofre que não se pode fechar de cheio

Todos os lugares onde estive,

Todos os portos a que cheguei,

Todas as paisagens que vi através de janelas,

Todos os amigos que encontrei.

(Fernando Pessoa, O Eu e outro Eus, Ed. Nova Fronteira, pág.260, 1980)

Deixo com vocês as últimas imagens do sepultamento .









27 de mar de 2010

HORA DO PLANETA. APAGUE A LUZ... O PLANETA AGRADECE



É hoje! Durante 60 minutos , das 20h30min às 21h30min. É uma forma de protestar contra o aquecimento global. O Brasil participará pela segunda vez do movimento, ao menos 72 cidades confirmaram adesão à campanha, entre elas Joinville.Você aceita????

Veja os participantes:



(Fonte: Diário Catarinense 27/03/10)

20 de mar de 2010

Dia Internacional da Poesia

"Se alguém te perguntar o que quiseste dizer com um poema, pergunta-lhes o Deus quis dizer com este mundo." (Mário Quintana)

Data importantíssima -.poesia que te quero livre. Eles escolheram, decoraram e recitaram para a turma. (6º C e D). Para envolvê-los propus: poderão trazer roupas para vivenciar as poesias.



A palavra falada se manifesta também pela sonoridade da poesia, com as imagens resultantes daquela escrita soam intensas e poéticas aos ouvidos.

















18 de mar de 2010

É preocupante...

Começo o ano com “ reconhecimento de área” - faço uma sondagem para saber como eles são, com algumas perguntas para assim conhecê-los melhor. Uma das perguntas era assim; programa favorito. Veja como eles escreveram: " Big Broder" e "Brigribroder".
Penso no ultraje com a língua e também nos danos psicológicos que o programa poderá acarretar. Leia:

Autor: Antonio Barreto,


Cordelista natural de Santa Bárbara-BA,residente em Salvador.

Literatura de cordel é um tipo de poesia popular, originalmente oral, e depois impressa em folhetos rústicos ou outra qualidade de papel, expostos para venda pendurados em cordas ou cordéis, o que deu origem ao nome que vem lá de Portugal, que tinha a tradição de pendurar folhetos em barbantes. No Nordeste do Brasil, herdamos o nome (embora o povo chame esta manifestação de folheto), mas a tradição do barbante não perpetuou. Ou seja, o folheto brasileiro poderia ou não estar exposto em barbantes. São escritos em forma rimada e alguns poemas são ilustrados com xilogravuras, o mesmo estilo de gravura usado nas capas. As estrofes mais comuns são as de dez, oito ou seis versos. Os autores, ou cordelistas, recitam esses versos de forma melodiosa e cadenciada, acompanhados de viola, como também fazem leituras ou declamações muito empolgadas e animadas para conquistar os possíveis compradores

Ode a Bial



Curtir o Pedro Bial

E sentir tanta alegria

É sinal de que você

O mau-gosto aprecia

Dá valor ao que é banal

É preguiçoso mental

E adora baixaria.

Há muito tempo não vejo

Um programa tão 'fuleiro'

Produzido pela Globo

Visando Ibope e dinheiro

Que além de alienar

Vai por certo atrofiar

A mente do brasileiro.

.e refiro ao brasileiro

Que está em formação

E precisa evoluir

Através da Educação

Mas se torna um refém

Iletrado, 'zé-ninguém'

Um escravo da ilusão.

Em frente à televisão

Lá está toda a família

Longe da realidade

Onde a bobagem fervilha

Não sabendo essa gente

Desprovida e inocente

Desta enorme 'armadilha'.

Cuidado, Pedro Bial

Chega de esculhambação

Respeite o trabalhador

Dessa sofrida Nação

Deixe de chamar de heróis

Essas girls e esses boys

Que têm cara de bundão.

O seu pai e a sua mãe , são verdadeiros heróis

Querido Pedro Bial,

E merecem nosso aval

Pois tiveram que lutar

Pra manter e te educar

Com esforço especial.

Muitos já se sentem mal

Com seu discurso vazio.

Pessoas inteligentes

Se enchem de calafrio

Porque quando você fala

A sua palavra é bala

A ferir o nosso brio.

Um país como o Brasil

Carente de educação

Precisa de gente grande

Para dar boa lição

Mas você na rede Globo

Faz esse papel de bobo

Enganando a Nação.

Respeite, Pedro Bial

Nosso povo brasileiro

Que acorda de madrugada

E trabalha o dia inteiro

Dá muito duro, anda rouco

Paga impostos, ganha pouco:Povo HERÓI, povo guerreiro.

Enquanto a sociedade

Neste momento atual

Se preocupa com a crise

Econômica e social

Você precisa entender

Que queremos aprender

Algo sério – não banal.

Esse programa da Globo

Vem nos mostrar sem engano

Que tudo que ali ocorre

Parece um zoológico humano

Onde impera a esperteza

A malandragem, a baixeza:Um cenário sub-humano.

A moral e a inteligência

Não são mais valorizadas.

Os "heróis" protagonizam

Um mundo de palhaçadas

Sem critério e sem éticaEm que vaidade e estética

São muito mais que louvadas.

Não se vê força poética

Nem projeto educativo.

Um mar de vulgaridade

Já tornou-se imperativo.

O que se vê realmente

É um programa deprimente

Sem nenhum objetivo.

Talvez haja objetivo"professor", Pedro Bial

O que vocês tão querendo

É injetar o banal

Deseducando o Brasil

Nesse Big Brother vil

De lavagem cerebral...

Isso é um desserviço

Mau exemplo à juventude

Que precisa de esperança

Educação e atitude

Porém a mediocridade

Unida à banalidade

Faz com que ninguém estude.

É grande o constrangimento

De pessoas confinadas

Num espaço luxuoso

Curtindo todas baladas:Corpos "belos" na piscina

A gastar adrenalina:Nesse mar de palhaçadas.

Se a intenção da Globo

É de nos "emburrecer"

Deixando o povo demente

Refém do seu poder:Pois saiba que a exceção(Amantes da educação)

Vai contestar a valer...A você, Pedro Bial

Um mercador da ilusão

Junto à poderosa Globo

Que conduz nossa Nação

Eu lhe peço esse favor:Reflita no seu labor

E escute seu coração.

E vocês, caros irmãos

Que estão nessa cegueira

Não façam mais ligações

Apoiando essa besteira.

Não deem sua grana à Globo

Isso é papel de bobo:Fujam dessa baboseira.

E quando chegar ao fim

Desse Big Brother vil

Que em nada contribui

Para o povo varonil

Ninguém vai sentir saudade:Quem lucra é a sociedade

Do nosso querido Brasil.

E saiba, caro leitor

Que nós somos os culpados

Porque saem do nosso bolso

Esses milhões desejados

Que são ligações diárias

Bastante desnecessárias

Pra esses desocupados.
A loja do BBB

Vendendo só porcaria

Enganando muita gente

Que logo se contagia

Com tanta futilidade

Um mar de vulgaridade

Que nunca terá valia.

Chega de vulgaridade

E apelo sexual.

Não somos só futebol,baixaria e carnaval.

Queremos Educação

E também evolução

No mundo espiritual.

Cadê a cidadania

Dos nossos educadores

Dos alunos, dos políticos

Poetas, trabalhadores?

Seremos sempre enganados

e vamos ficar calados diante de enganadores?

Barreto termina assim

Alertando ao Bial:Reveja logo esse equívoco

Reaja à força do mal…

Eleve o seu coração

Tomando uma decisão

Ou então: siga, animal…

Salvador, 16 de janeiro de 2010.

17 de mar de 2010

12 de mar de 2010

Ciclovias para o Brasil

Deixe-me ir
Preciso andar
Vou por aí a procurar
Rir prá não chorar...
Quero assistir ao sol nascer

Ver as águas dos rios correr
Ouvir os pássaros cantar
Eu quero nascer, quero viver...
Deixe-me ir

Preciso andar
Vou por aí a procurar
( preciso me encontrar - Marisa Monte)

http://www.youtube.com/watch?v=SAUGfIzvN6M

Estou em processo de restauração, passou entre meus dedos algo MARAVILHOSO. Compartilhe essa SENSAÇÃO de lazer, cultura e liberdade.

Meus amigos portugueses que"inveja" boa de vocês. O grande sonho do cicloturista Valdo era uma ciclovia descente para Joinville (aqui temos uma que liga: o nada a coisa nenhuma). O modelo poderá servir para o Brasil. Pedalar lendo poesias é transpirar cultura.

Caso não conseguir uma ciclovia assim, peço para os portugueses adotarem eu e a minha família.

O Tejo from Abilio Vieira on Vimeo.

5 de mar de 2010

Pedalando pela paz... eternizo este momento


Por solicitação do próprio Valdo ( em vida) seu corpo será sepultado no México . Dois irmãos e a Comunidade dos Cicloturistas do México farão as devidas homenagens para nosso amado amigo e do Cidadão do Mundo". A família ficou com despesas e abriu uma conta báncaria, contamos com sua ajuda. CAIXA ECONOMICA - AGENCIA 1897 - 013 - CONTA 83840-6 JLLE-SC´`
Contamos com sua ajuda e muita oração.
P.S Recomendo ler o poema para o Valdo no blog miltextosmil

2 de mar de 2010

Quando se perde alguém parece que se perde a Paz




"Fico triste com a tristeza de vocês. Mas essa dor vai diminuindo, ainda que nunca acabe, e vira inquilina vitalícia do coração da gente. sei bem como é.
Um grande amigo é uma perda sempre muito grande."
abraço do Amorim
( somente um poeta para expressar a nossa dor)