22 de mai de 2011

A emoção é a regra



"Ser amigo é saber olhar o outro quando está feliz e, quando está triste, saber compartilhar."

Ter amigo é um presente de Deus e quando ele é um poeta vira presente duplicado.
Agradeço ao meu querido amigo Jorge Stark pela poesia .
Desejo para ele a sua amada Bárdia toda felicidade do mundo.
Jorge , li certa vez e deixo para você com carinho

Onde um novo dia se inicia...
E com ele buscamos a sabedoria...
as gotas de chuva, os dias do tempo?
Quem pode medir a altura do céu,
a extenção da terra, a profundidade do abismo?
A sabedoria é mais preciosa que as riquezas, o sábio deseja saber mais...
Tem olhos para ver e admirar a formosura e a inteligência para ver e admirar a sabedoria.
As flores murcham, os palácios caem, os impérios desintegram-se. Só o conhecimento e as palavras sábias permanecem.

Recomendo o blog miltextos.blogspot.com


Miltextos

Do caderno de poezias, para Mariza



Querida amiga, continuo igual.
Nem bom nem mau.
Continuo insistente.
Ou persistente.
A sutil diferença entre o chato e o idealista.
Continuo poeta.
O que não quer dizer grande coisa na prática.
Mas continuo nesta vida.
O que me garante dispensar a necessidade de médium.
E tento continuar criativo.
O que me mantém vivo.
Tenho dispensado o dinheiro.
Na verdade, ele tem me desprezado.
Estou cada vez mais longe dos bens materiais.
Começo a me acostumar com os espirituais.
Em outras palavras, estou mais para lá que para cá.
Já passei da metade do caminho.
E ainda assim não dispenso carinho.
Já passei da metade da jornada.
E nem assim dispenso a piada.
Mantenho o bom humor.
Mantenho a dignidade.
Coisas difíceis nesta idade.
Respeito meu inferno astral.
Por bem ou por mal.
Escrevo torto por linhas certas.
E em certas linhas entorno o caldo.
Afinal cautela e caldo de galinha nunca fazem mal a ninguém.
Tenho tido muita coragem na vida.
Inclusive para desligar o controle remoto.
Tenho tido alguma audácia.
Inclusive para me rotular pelo que penso que sou.
Mesmo assim, não tenho coragem para dançar.
E quando canto, espanto os males e quem está em volta.
Pouca coisa me revolta mais que a injustiça.
E nenhuma mais me entristece que a ingratidão.
Por isso agradeço aos amigos e às amigas de plantão.
E vou poupá-los de tanta vaidade
– que ao reconhecê-los vira orgulho.
Então mergulho em meu pensamento puro
E entrego miltextos para o infinito.
Muito pouco, para quem quer sempre mais.
Mas bastante para quem vive de poesia.

Beijos, Jorge.

10 de mai de 2011

Jovem artista

"O futuro tem muitos nomes. Para os fracos, é o inatingível. Para os temerosos, o desconhecido. Para os valentes, a oportunidade." Victor Hugo



Apresento para vocês o meu aluno Luis Gustavo - ama desenhar e utiliza os grandes cartunistas para sua inspiração. Com 12 anos e estudante da E. M. Professor CAIC Mariano Costa .Tem um sonho : Ser um cartunista e promover a paz no mundo através de seus desenhos. È amigão do Paulo e do Matheus Luciano.
Parabéns!! Luis Gustavo ,meu querido aluno.













"

1 de mai de 2011




O PROFESSOR ESTÁ SEMPRE ERRADO
Jô Soares

O material escolar mais barato

que existe na praça é o

PROFESSOR!
É jovem, não tem experiência.
É velho, está superado.
Não tem automóvel, é um pobre coitado.
Tem automóvel, chora de "barriga cheia'.
Fala em voz alta, vive gritando.
Fala em tom normal, ninguém escuta.
Não falta ao colégio, é um 'caxias'.
Precisa faltar, é um 'turista'.
Conversa com os outros professores, está 'malhando' os alunos.
Não conversa, é um desligado.
Dá muita matéria, não tem dó do aluno.
Dá pouca matéria, não prepara os alunos.
Brinca com a turma, é metido a engraçado.
Não brinca com a turma, é um chato.
Chama a atenção, é um grosso.
Não chama a atenção, não sabe se impor.
A prova é longa, não dá tempo.
A prova é curta, tira as chances do aluno.
Escreve muito, não explica.
Explica muito, o caderno não tem nada.
Fala corretamente, ninguém entende.
Fala a 'língua' do aluno, não tem vocabulário.
Exige, é rude.
Elogia, é debochado.
O aluno é reprovado, é perseguição.
O aluno é aprovado, deu 'mole'.

É, o professor está sempre errado, mas, se conseguiu ler até aqui, agradeça a ele!