11 de set de 2011

"Vivi de tal forma, que sinto não ter nascido em vão." Cícero, orador romano.







Amar o próximo como a si mesmo, amar a si mesmo é base para amar o outro. Penso que cada um de nós tem o poder de transformar o ambiente em que vive, trabalha ou em que faz quimioterapia.
Como estou levando a minha mãe para médico oncologista, nutricionista, psicólogo e uma vez por semana para fazer quimio. Sugeri para meus alunos a ideia de algumas cartinhas para os pacientes com mensagens de esperança e otimismo .Apesar de saber que o sofrimento faz parte da travessia podemos amenizar e alegrar o nosso próximo ou como relata Gabriel Chalita: Somos feitos de : Pó e amor! O Pó nos iguala. O amor nos une."
o jornal A NOtícia fez bela reportagem. Obrigada meus alunos queridos, ao jornal e a minha amada mãe que a cada dia valoriza a vida.



O Homem; As Viagens
Carlos Drummond de Andrade

O homem, bicho da terra tão pequeno
Chateia-se na terra
Lugar de muita miséria e pouca diversão,
Faz um foguete, uma cápsula, um módulo
Toca para a lua
Desce cauteloso na lua
Pisa na lua
Planta bandeirola na lua
Experimenta a lua
Coloniza a lua
Civiliza a lua
Humaniza a lua.

Lua humanizada: tão igual à terra.
O homem chateia-se na lua.
Vamos para marte - ordena a suas máquinas.
Elas obedecem, o homem desce em marte
Pisa em marte
Experimenta
Coloniza
Civiliza
Humaniza marte com engenho e arte.

Marte humanizado, que lugar quadrado.
Vamos a outra parte?
Claro - diz o engenho
Sofisticado e dócil.
Vamos a vênus.
O homem põe o pé em vênus,
Vê o visto - é isto?
Idem
Idem
Idem.

O homem funde a cuca se não for a júpiter
Proclamar justiça junto com injustiça
Repetir a fossa
Repetir o inquieto
Repetitório.

Outros planetas restam para outras colônias.
O espaço todo vira terra-a-terra.
O homem chega ao sol ou dá uma volta
Só para tever?
Não-vê que ele inventa
Roupa insiderável de viver no sol.
Põe o pé e:
Mas que chato é o sol, falso touro
Espanhol domado.

Restam outros sistemas fora
Do solar a col-
Onizar.
Ao acabarem todos
Só resta ao homem
(estará equipado?)
A dificílima dangerosíssima viagem
De si a si mesmo:
Pôr o pé no chão
Do seu coração
Experimentar
Colonizar
Civilizar
Humanizar
O homem
Descobrindo em suas próprias inexploradas entranhas
A perene, insuspeitada alegria
De con-viver.

20 comentários:

Wanderley Lucena disse...

Obrigado por sua visita e por seu comentário simpático.

Sim, concordo com voce. Escrever é ato solitário que procede do espírito e para ele enleva.

Abraço.

Taia Assunção disse...

Que bacana, bonita forma de ser solidário. Papai há quatro anos se trata de um câncer na garganta. Graças a Deus os últimos dezoito meses tem sido apenas visita de rotina ao médico. Beijocas e boa semana.

Célia Gil, narciso silvestre disse...

E se as pessoas fossem mais humanas seria tudo tão mais fácil, não é? Bjs

Regina Rozenbaum disse...

SOLIDARIEDADE...artigo raro e de luxo...Apesar de todo mundo se achar super. Fique doente, sem dinheiro e depois me conte quantos ficam ao nosso lado...poucos, muito poucos.
Beijuuss, mestra amada, n.a.

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Penso que a maior
lição de quem ensina
é a solidariedade.

Todas as outras
perdem a importância
diante de tão valiosa lição.

Viver é sentir os sonhos
com o coração.

Anônimo disse...

estas mãos, que me embalaram, que me acariciaram, estas mãos que me cuidaram, que me fizeram nas horas certas as correções acontecerem, essas mãos abençoadas que me fizem muitas comidinhas deliciosas, essas mãos abençoadas qque eua amo com toda a minha alma, mãos hoje frágeis mais muito seguras. te amo, te amo, te amo pra sempre.
Mana Bernadete de Souza Paes
Curitiba Paraná

Marli Boldori disse...

Achei seu espaço extremamente interessante.Belo texto,muito reflexivo.Parabéns!
Um grande abraço!

Anônimo disse...

E mais uma vez,dona Mariza nos surpreendendo com sua solidariedade e compaixão!
São pessoas como a senhora que o mundo precisa,pessoas que fazem a diferença,e com apenas um gesto consegue trazer a vontade de viver para quem mal tinha forças para seguir em frente.
Desejo-lhe mais do que tudo,que a senhora seja muito feliz,e que continue sendo está pessoa encantadora que consegue arrancar sorrisos por onde passa!
Parabéns por tudo o que tens feito,e muitíssimo obrigada por existir!
Beijos sua amiga Adriana Coral.

Anônimo disse...

Prof,amei esse trabalho,achei muito legal.Pois todos nós precisamos de alguém ao nosso lado para nos dar força e apoio quando mais precisamos.Sinto muita saudade das suas aulas.Beijos
Jaqueline Blasius
CAIC Mariano Costa

Madalena disse...

Quanta sabedoria, em tão poucas palavras!
Bom final de semana, bjo.

Leonel disse...

Mais uma iniciativa elogiável e útil!
Realmente, é comprovado o efeito da solidariedade associado ao tratamento médico!
O organismo humano funciona em diversos níveis, e os sentimentos tem influência no ânimo e na vontade de viver.
Quem está na condição de paciente pode confirmar!
Abraços, Mariza!

Anônimo disse...

sinto muita sua falta, e por isso quero desejar melhoras mas volta.A sua alegria faz falta aqui.
Vanessa B. da Costa
CAIC Mariano

Anônimo disse...

Sinto muita sua falta, e por isso quero desejar melhoras mas volta.A sua alegria faz falta aqui.
Vanessa B. da Costa
CAIC Mariano

Graça Pereira disse...

Minha Querida
Os doentes oncolígicos precisam muito de carinho e amor e saberem que não estão sós. E a família precisa de todo o apoio! É uma teia de AMOR que deve envolver todos os que têm esta cruz que o Senhor entendeu dar!
Meu marido em 4 meses ( um homem sempre saudável) passou a via sacra mais dolorosa que se possa imaginar, lutou como um herói e partiu como um santo. Eu e nosso filho, vimos aquela torre ruir aos poucos e ele sempre com um sorriso nos lábios...Passaram alguns anos mas, nunca, nunca o poderei esquecer e amo-o como no dia em que casamos.
Rezo pela tua mãe e por ti, que tenhas fprças.
Estou convosco a cada minuto.
Beijos mil
Graça

Anônimo disse...

Querida Mariza,

O coração é maior.

Maior que a poesia, maior que a prosa, maior que a dor.

Gestos como o seu são manchetes do coração.

Colocam "na moda" verbos como compartilhar, conviver, valorizar, esperancizar - este último não deve constar do Vocabulário Ortográfico Brasileiro mas existe dentro e fora de você e de seus amados alunos.

Dentro pois vem do coração e fora porque não ficam na palavra, entregam-se à ação, ao movimento, à realização.
Jorge Stark

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Brisamiga

Tive o prazer de conhecer Carlos Drummond de Andrade e de com ele conversar umas tardes frente ao mar. Por isso, muito obrigado pelo que me (nos) ofereces.

E entendo quanto sofres, pois já passei maus bocados por força dessa doença traiçoeira e maldita. Familiares e Amigos foram bastantes.

Chego aqui – e vários blogues me levaram a isso, benditos sejam – e gosto; palavra que gosto. Se não gostasse ou me calava ou dizia que… não gostava. Sou um ancião, virgem (completei 70 aninhos no dia 20 de Setembro), marido, pai e avô, louco militante e escriba praticante.

Tenho a mania de escrever, graças ao corrector automático não dou muitos erros de hortugrafi-a (às vezes ele não dorme tal como Deus, mas passa pelas brasas) e dou-me ao luxo de ter dois blogues:
http://aminhatravessadoferreira.blogspot.com
http://politicaoupulhitica.blogspot.com

Para eles te convido, desde já agradecendo antecipadamente a tua visita, que, podes ter a certeza, muito me deixará feliz. Obrigado

Qjs = queijinhos = beijinhos

Se mo permitires, vou contactar gente boa que te comenta, porque adoro fazer Amigas e Amigos.

Leonardo Carlos da Rocha disse...

Com o avanço das tecnologias e do mundo digitalizado,as pessoas acabam esquecendo de atos simples que podem paracer careta ou muitas vezes perda de tempo,mas o que essas pessoas não pensão agora é que um dia ficaram com idade mais avançada e quem sabe possam vir a precisar de um simples ato de amor e compaixão.sera que com a tecnologia avançada o nosso coração também não esta se tornando um pouco mais maquina também? sera que estamos prestes a criarmos um coração de pedra,sem amor e carinho?
seja solidário,o amor verdadeiro é demonstrado através de pequenos atos diários

Anônimo disse...

A vida é uma viagem a três estações: ação, experiência e recordação!
CAIC profº mariano costa
aluno: Matheus Beathalter
7ºc

Anônimo disse...

Peofessora a gente te admira mto o seu trabalho é maravilhoso a gente te ama mto e te agradece por nos ensinar, educar, e tbm vc fez a diferença em nós está tentando mudar o hospital são josé e etc...
E a vida é uma viagem, a gente tem q aproveitar..
A sala so cancer tem q ser mudada pq o meu avó tbm tem câncer e que quero o melhor para ele e para todos que tbm tem câncer. o meu avô vai fazer a segunda serugia e para isso precisa de um bom lugar para ficar lá no hospital..
Não é verdade? eu acho q sim mais cada um tem sua opnião...



bjos de: Camila Graf Laurentino
6ª ''D''
escola: Caic M0ariano Costa

Anônimo disse...

Mulher admirável, quando eu "crescer" quero ser igual a você.
Também tenho a esperança de deixar um mundo melhor do que encontrei!
Luta por um mundo melhor , com um ar mais puro, menos dor, sofrimento, quase uma utopia, mas creio que esse lugar existe, dentro de cada um de nós, podemos mudar este mundo, se unirmos forças e pensamentos conjuntos e objetivos únicos, neste blog deixo os pensamentos que mudaram vidas , pessoas e pode mudar a sua vida também. Que você possa transmitir estes pensamentos e ajude a melhorar o mundo pela força do pensamento positivo e reflexivo.....
Começando com pequenas atitudes solidárias como a sua!

ANDRESSA DO ROSÁRIO