16 de ago de 2011

Necessário não é viver. Necessário é criar. ( Fernando Pessoa)



A próxima postagem será sobre como ocorreu o trabalho sobre a visitação à Feira do Livro .
Compartilho com vocês a reportagem que saiu no jornal AN Escola ( 16 de agosto de 2011).

8 comentários:

Leonel disse...

Em Porto Alegre, era na Praça da Alfândega, aqui no Rio, tem sido no Largo da Carioca. Antes, eu era presença certa nesses eventos. E sempre pegava alguma pechincha.
Imagino como deves ter aproveitado a ocasião para ensinar coisas boas aos teus alunos!
Aguardo para saber!
Abraços, Mariza!

Anônimo disse...

Que lindo, Mariza. Parabéns!

Esses dias escrevi uma crônica chamada "A Educação e Seus Caminhos", na qual pontuo algumas atitudes que podem levar nossa educação a melhores resultados. Creio que passe pela proatividade do professor, por aproximar o aluno de sua vida real e por enriquecer as aulas com atividades extracurriculares, como um passeio na feira com atividades preestabelecidas.

Sou seu fã.

Grande beijo Jura Arruda

Anônimo disse...

achei muito legal o jogo sobre bullig.
ass:vini
7ano c
Caic Mariano costa.
bjss

Anônimo disse...

Vi as fotos dos jogos que teus alunos desenvolveram - estão todos de parabéns!
Pelo empenho que tiveram com a causa, pela criatividade, pela execução!
Aprender brincando funciona muito mais que uma aula onde só a professora fala ou pede trabalhos teóricos, né? E bullying tem que ser ensinado desde cedo mesmo, por isso ótimo terem criado jogos pensando nos menores!

Tu, teus alunos, a escola...vocês todos estão dando um senhor exemplo para outras escolas!

Um grande beijo para todos!

Dani Vuoto

Anônimo disse...

o sora posta alguma coisa logo
ass:vini
7ano c
caic M.costa

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Ensinar
é buscar
sempre
novas
formas de
se ver...

Viver é sentir os sonhos
com o coração.

Anônimo disse...

oi professora é mariana sua aluna do CAIC professor mariano costa.Achei legal o jogo do bullig.

Eduardo Lara Resende disse...

Mais um a vez cumprimento V. pela dedicação ao ensino (sofridíssimo!) de seus alunos.
Abraço grande.