17 de jun de 2011

A CULTURA AGRADECE

Recebi em minha casa a visita do Valter e a novidade em primeira mão a notícia da nova sede para o MUBI .

Vamos celebrar a volta da cultura e um espaço para partilhar o título da Cidade das Bicicletas. Nós ciclistas e admiradores do esporte estamos felizes.


Lugar de memória para bicicletas



Museu da Bicicleta passará a funcionar ainda este ano onde era o CEI Padre Carlos, no Centro de Joinville

Pela primeira vez, depois de um ano e três meses, há uma certeza para a reabertura do Museu da Bicicleta (Mubi) em Joinville. Depois de conversas com o secretário de Educação do Estado, Marco Tebaldi, Valter Bustos, dono do acervo, teve aval para expor permanentemente a coleção de bicicletas no espaço onde funcionava o CEI Padre Carlos, na rua Ministro Calógeras. O prédio pertence ao Estado e será disponibilizado para o museu em forma de comodato.

A definição do local da nova sede do Mubi foi confirmada ontem por Bustos, após visita técnica do chefe de gabinete de Tebaldi, Paulo Zick. “É um lugar bem maior do que tínhamos antes. Vai dar para fazer um auditório e poder receber as escolas com mais conforto. Além disso, a localização é fantástica”, comemora o colecionador.

O prédio passará por limpeza. A reforma deverá ser paga pela Secretaria de Educação de Santa Catarina.

A previsão é que o Mubi seja reaberto ainda neste ano. Segundo o chefe de gabinete de Tebaldi, o local também deve abrigar a Bike Polícia, com sede no 8º Batalhão, e que atualmente sofre problemas de espaço.

As definições serão tratadas hoje em reunião com o secretário. Este encontro também deve viabilizar um local provisório para os encontros e reuniões do Mubi e do Pedala Joinville.

Entre as opções de espaços também estava a escola Germamo Timm, na rua São Paulo. Como o prédio abandonado é tombado pelo Estado e município demandaria mais tempo e dinheiro para a restauração.

Além disso, o local também é cotado para ser sede de uma escola de artes da Udesc. “O CEI acabou sendo mais viável e com mais condições de recuperação. Somente o telhado e a pintura devem ter uma intervenção maior”, afirma Valter.

Como parte do acervo pertence ao município, Bustos deve entrar em negociação com a Fundação Cultural. “Essa discussão será deixada para depois. O importante é o museu vai abrir novamente”, ressalta.

No final do ano passado, foi criada e reconhecida oficialmente na Câmera de Vereadores a Associação Bicicletas Antigas de Joinville (Abajo), entidade que passou a ser responsável pela reabertura de forma legal do Museu da Bicicleta (Mubi) em Joinville, desvinculando o acervo da Fundação Cultural e podendo receber doações.
(fonte Jornal A Notícia)

7 comentários:

Leonel disse...

Interessante...
Quando ouço falar em Joinville, sempre a primeira coisa que me vem à cabeça são bicicletas.
Me lembro que uma vez passei pela estrada de automóvel, vindo de Porto Alegre e, num sinal de trânsito, uns trinta ou mais ciclistas aguardavam para atravessar.
A natureza agradece!
Abraços, Mariza!

manuel marques disse...

Na minha bicicleta de recados
eu vou pelos caminhos.
Pedalo nas palavras atravesso as cidades
bato às portas das casas e vêm homens espantados
ouvir o meu recado ouvir minha canção.
Na minha bicicleta de recados
eu vou pelos caminhos.
Vem gente para a rua a ver a novidade
como se fosse a chegada
do João que foi à Índia
e era o moço mais galante
que havia nas redondezas.
Eu não sou o João que foi à Índia
mas trago todos os soldados que partiram
e as cartas que não escreveram
e as saudades que tiveram
na minha bicicleta de recados
atravessando a madrugada dos poemas.
Desde o Minho ao Algarve
eu vou pelos caminhos.
E vêm homens perguntar se houve milagre
perguntam pela chuva que já tarda
perguntam pelos filhos que foram à guerra
perguntam pelo sol perguntam pela vida
e vêm homens espantados às janelas
ouvir o meu recado ouvir minha canção.
Porque eu trago notícias de todos os filhos
eu trago a chuva e o sol e a promessa dos trigos
e um cesto carregado de vindima
eu trago a vida
na minha bicicleta de recados
atravessando a madrugada dos poemas.

(Manuel Alegre)

Beijos

valquiria disse...

valquiria disse...

♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥

Vim te visitar, deixar meu carinho, e desejar um fim de semana de bençãos.
.
Se puder dê um passadinha em http://hanukkalado.blogspot.com/
é um prazer receberte.
.
Salmo 37, 4-5-7 - Agrada-te do Senhor, e ele satisfará os desejos do teu coração. Entrega o teu caminho ao Senhor; confia nele, e o mais ele fará. Descansa no Senhor, e espera nele.

Abraço.

♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥

Wanderley Lucena disse...

Minha Cara;

Seu elogio é rio caudaloso que me estimula na criação. Obrigado por sua palavras gentis.

Não conheço Joinville, mas quando o fizer, farei uma visita ao museo das bicicletas.

Abraço.

Wanderley Lucena

Otelice disse...

Bom dia, amiga!
Vim agradecer-lhe a visita e deixar-lhe um beijo grande no coração.
Volte outras vezes, será sempre bem vinda.

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Gosto quando a cultura e a vida são agraciadas. Beijos

Guará Matos disse...

Oi, tudo bem com você?
Como eu havia dito antes, estou afastado do Blogosfera por vários motivos, inclusive por conta do site “ABORDAGENS & IMPRESSÕES”/ http://abordagenseimpressoes.com/ que eu acabo de criar e publicar na Internet.
Gostaria de contar também com você por lá, acompanhe-o e também interaja comigo por lá.
Como todos nós sabemos, site tem uma dinâmica diferente do blog, é mais consultivo e informativo. É de maior abrangência, já que se pode explorar muito mais. O blog é mais direto e normalmente de temática única.
Me visite por lá e me siga. Vou gostar e ficar extremamente feliz e agradecido por mais esse voto de confiança.

Beijos.